Páginas

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Cristãos paquistaneses saem às ruas contra atentado em igreja

Cristãos paquistaneses saem às ruas contra atentado em igrejaCristãos paquistaneses saem às ruas contra atentado em igreja

O grupo extremista Junood ul Hifsa promete atacar todos os estrangeiros e não muçulmanos
Essa segunda-feira (23) foi um dia de protesto no Paquistão, pois milhares de cristãos saíram às ruas contra o ataque que deixou 81 mortos em uma igreja cristã.
Várias cidades do país tiveram manifestações incluindo Karachi, Islamabad, Lahore e Faisalabad, os cristãos se reuniram um dia depois do duplo atentado suicida que aconteceu neste domingo na Igreja de Todos os Santos em Peshawar.
Só em Islamabad foram mais de 600 manifestantes que bloquearam a principal estrada da cidade causando grandes engarrafamentos na manhã desta segunda.
Talibãs paquistaneses assumiram o atentado na igreja onde centenas de pessoas estavam reunidas para cultuar a Deus. Além dos mortos, 130 pessoas ficaram feridas.
enterro de cristaos em peshawar Cristãos paquistaneses saem às ruas contra atentado em igreja
Cristã chora a morte do irmão no atentado em Peshawar
De acordo com a agência AFP, os talibãs estão dispostos a atentar contra os estrangeiros para vingar os ataques americanos contra a Al-Qaeda. “Cometemos o atentado suicida na igreja de Peshawar e continuaremos atacando os estrangeiros e não muçulmanos até que parem os ataques de drones”, disse um porta-voz do grupo Junood ul Hifsa, Ahmad Marwat, que a nova facção extremista do país.
As manifestações pediam justiça pelas mortes e mais proteção do Estado. Os cristãos aproveitaram o momento para denunciar a incapacidade do governo paquistanês de protegê-los, já que eles são a minoria religiosa do país. Os cristãos representam apenas 2% da população do Paquistão que tem 180 milhões de habitantes, onde a maioria professa a fé islâmica.
Fonte: Gospel Prime