Páginas

domingo, 18 de agosto de 2013

Atentado contra bairro cristão deixa dez mortos na Nigéria

População cristã do país sofre com o terrorismo do grupo islâmico Boko Haram


Membros do grupo islâmico radical Boko Haram, em Kano, na Nigéria, em outubro de 2010
Membros do grupo islâmico radical Boko Haram, em Kano, na Nigéria, em outubro de 2010 (HO / AFP)
Uma série de explosões na cidade de Kano, no norte da Nigéria, deixaram pelo menos dez pessoas mortas na noite desta segunda-feira. Os atentados aconteceram em um bairro cristão que já havia sido alvo, em março, de um ataque a bomba perpetrado pelo grupo extremista islâmico Boko Haram.

Leia também: Atiradores matam 27 crianças em escola da Nigéria


De acordo com os relatos, as explosões atingiram principalmente aqueles que estavam nas ruas para aproveitar a vida noturna do local. Uma testemunha contou para a agência Associated Press que viu um carro-bomba explodir perto de um bar.

Histórico - Embora nenhum grupo tenha assumido a autoria dos ataques por enquanto, todas as suspeitas recaem sobre o Boko Haram, que tem como um de seus principais alvos a população cristã do norte da Nigéria. Em março deste ano, um ataque a bomba do grupo contra uma estação de ônibus de Kano matou mais de vinte pessoas.

O Boko Haram, cujo nome significa "a educação ocidental é um pecado", busca derrubar ogoverno nigeriano e instituir um estado islâmico no país. Desde que a organização iniciou sua campanha de insurgência mais de 2.000 pessoas morreram, vitimas dos sangrentos atentados terroristas do grupo terrorista.

(Com agência EFE)

Fonte1; VEJA
Fonte2: Assembléia de Deus