Páginas

terça-feira, 20 de agosto de 2013

EGITO: CSW expressa preocupação acerca dos ataques contra cristãos, após papa copta cancelar sermões públicos

tawadros2A Christian Solidarity Worldwide (CSW) está profundamente preocupada com os contínuos ataques contra Cristãos Egípcios, que têm crescido com frequência desde a retirada do regime de Morsi e fez o Papa copta Tawadros II cancelar seus sermões públicos da semana.
Violência e discurso de ódio direcionados a minorias religiosas já estavam aumentando durante o período do antigo presidente. Desde sua retirada do poder, ataques à comunidade Copta tem crescido sensivelmente, principalmente (mas não exclusivamente) no Alto Egito, seguindo acusações de várias fontes Islâmicas de que os Cristãos exerceram papel central na retirada do regime de Morsi.
Em 7 de agosto, 16 organizações de direitos humanos Egípcios emitiram uma declaração expressando “grave preocupação relativa à violência sectária que tem como alvo os Cristãos e suas igrejas desde o levante de 30 de junho” e denunciaram “a contínua negligência das instituições estatais em fornecer a proteção necessária aos cidadãos Cristãos, para decisivamente confrontar ataques sectários e cumprir a lei, punindo os responsáveis pelos atos de violência sectária, que foram vistos em várias províncias”.
Em declaração, o Bispo Angaelos, Bispo Geral Da Igreja Ortodoxa Copta no Reino Unido, disse: “O Egito não pode progredir enquanto as estruturas estatais não mantiverem as pessoas a salvo de crimes odiosos que continuam a dividir ainda mais o país, promovendo maior polarização em todos os níveis. Esforços proativos devem ser feitos, a fim de que a coesão social e a inclusão de todos os membros da sociedade ocorram, de forma que esta nova fase da história Egípcia possa ser construída com base na verdadeira unidade, colaboração e reconciliação”.
O Diretor Executivo da CSW, Mervyn Thomas, disse: “A CSW pede que o governo interino garanta a segurança da comunidade Copta, e que aqueles que estão perpetrando a violência sectária sejam presos e penalizados. Os Cristão Egípcios devem ter seus direitos garantidos como a lei garante para seus concidadãos. Nós continuamos a orar e a ser solidários com todos os Egípcios neste tempo crítico na jornada da nação em direção à completa democracia”.
____________
FONTE: CSW
TRADUÇÃO: JORGE ALBERTO