Páginas

sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Vladimir Putin: "Líderes mundiais devem se unir contra a perseguição religiosa"






Vladimir Putin, presidente da Rússia, convocou os líderes políticos mundiais para unir esforços contra as perseguições violentas contra os cristãos que surgiram em muitos países, especialmente no Oriente Médio. As declarações foram feitas em Moscou, durante uma reunião do líder político russo com líderes da Igreja Ortodoxa, na semana passada.

"É com preocupação que vejo que, em muitas regiões do mundo, especialmente no Oriente Médio e na África, as tensões interconfessionais estão aumentando, e os direitos das minorias religiosas são violados, incluindo os dos cristãos e cristãos ortodoxos", disse Putin. "Esse problema deve ser observado com muita atenção pela comunidade internacional. É importante hoje que reunamos esforços para prevenir conflitos interculturais e interreligiosos, que se apresentam como sendo as revoltas mais graves."

O presidente da Rússia ainda falou sobre a parceria entre o governo russo e a Igreja Ortodoxa no país, para evitar os conflitos religiosos. "Nós agimos como verdadeiros parceiros e colegas, para resolver problemas domésticos e internacionais mais urgentes, e para implementar iniciativas conjuntas para o benefício do nosso país e as pessoas," concluiu.

Fonte: Life Site News
Via: VINACC